Ademar Brasileiro, o Mago Jardineiro, e seu Paisagismo Biodiverso

Mago Brasileiro

Crédito da foto: Alice Rodrigues – FCC

“Tudo que eu preciso está a um braço, um passo ou a um grito de distância”. A frase descoberta ainda jovem, quando estudava o antropólogo peruano Carlos Cataneda e seu mestre indígena Don Juan se transformou em um mantra para Ademar da Silva Brasileiro, hoje também conhecido como o Mago Jardineiro. A alcunha é justificada pelos seus mais de 30 anos de serviços, cursos e projetos com o Paisagismo Biodiverso, que segundo ele une ciência e técnica como arte e sensibilidade. Ademar explica que o Paisagismo Biodiverso é uma ferramenta excelente para transformar ambientes e facilitar o bom relacionamento entre as pessoas e a natureza.

“Através do cuidado com as plantas podemos nos tornar melhores terráqueos e fomentar a abundância, conforto e uma cultura de paz. Lembrando que os mansos são bem-aventurados, porque herdarão a terra”

Conversamos com o Mago Jardineiro que falou um pouco mais sobre o Paisagismo Biodiverso e deu dicas preciosas para quem quer começar a cultivar plantas e ter uma relação mais próxima com a natureza.


Como começou o seu interesse pela jardinagem?

Foi com minha avó materna, Ormenzinda, que gostava muito de Flores, aos 4 anos.
Com 10 eu já cuidava da horta em casa e ganhava uns trocados ajudando o Seu Geraldo na jardinagem.

O que é o Paisagismo Biodiverso?
É uma abordagem que busca trazer todo tipo de plantas e animais para o jardim. Além daquelas obviamente ornamentais, cabem as hortaliças, aromáticas, frutíferas e nativas de cada ecossistema. Assim o Paisagismo Biodiverso se torna mais abundante para todos, amortizando os investimentos e facilitando a conservação da natureza. Nesse sistema a paisagem também é para cheirar, provar e proporcionar conforto ambiental com diversidade.

Qual o primeiro passo para quem quer criar sua horta (seja em casa ou no apartamento)?
Fazer o que pode, onde está e com o que tem.

Cada boa ideia pode ser imediatamente colocada em prática, gerando ativos para desenvolver. Tudo que precisa está a um braço, um passo ou a um grito de distância. Vale usar embalagens, utensílios e até ambientes em situação de inutilidade. Sementes de alimentos como feijão, linhaça, amendoim, girassol, ervilhas etc. Ajudam a entender como funcionam as plantas. Melhor começar plantando o que mais gosta ou tem interesse, para garantir dedicação e resultados.

Quais são as plantas mais fáceis de cultivar para quem tem pouco espaço?

Temperos, chás, hortaliças e plantas ornamentais mais comuns. Frutíferas de pequeno porte e produção rápida, adaptadas ou nativas da região também geram satisfação com poucos cuidados. Na verdade quase todas as plantas tem necessidades básicas parecidas. Poucas podem ser consideradas difíceis. Seriam aquelas exóticas na região.

Para conhecer mais o trabalho e as ideias do Mago Jardineiro visite 
https://magojardineiro.com.br/
https://www.instagram.com/magojardineiro/

LEIA TAMBÉM: O que é o “composto orgânico” e para que ele serve?

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Jorge RAM disse:

    Grande Mago Jardineiro 🎩
    Protetor da Biodiversidade 🌎
    Salve 🌻

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *