Quase todo papel é reciclável. Quase…

Uma grande quantidade de lixo que produzimos em casa, o chamado lixo doméstico, é reciclável. Mas para que esse lixo seja reaproveitado e útil novamente, antes de qualquer coisa precisamos separar os materiais diferentes para descartá-lo.  

As melhores condições de reciclagem dependem, em grande parte, da tecnologia, que consegue dar vida nova para aquilo que parecia não servir para mais nada. Hoje o mundo todo consegue reciclar mais devido ao avanço tecnológico, mas ainda estamos bem longe do ideal. 

A eficiência da reciclagem também depende muito de nós, que devemos separar o lixo para que o processo seja facilitado. A reciclagem tem potencial para se tornar uma indústria mais lucrativa, mas isso dependerá efetivamente da separação dos diferentes componentes dos materiais. 

POR QUE RECICLAR PAPEL?

Mais do que um desperdício, o papel representa uma riqueza para o meio ambiente e sua recuperação economiza recursos preciosos. É verdade que, sendo composto em maior parte por celulose, o papel é um material biodegradável, mas a sua reciclagem permite poupar muitas árvores, consumir menos água, poupar energia, e dinheiro.

Para se ter uma ideia das vantagens da reciclagem de papel, basta pensar no seu processo de produção. Para se obter uma tonelada de papel, são necessárias 15 árvores, 440 mil litros de água e o equivalente a 7.600 kW de eletricidade. Números que são significativamente reduzidos no processo de reciclagem, levando a quantidade de árvores derrubadas a praticamente zero. Até a energia usada é reduzida em dois terços, enquanto a quantidade de água necessária cai para 1.800 litros. Além disso, com a reciclagem, as emissões de CO2 caem pela metade.

PAPEL E PAPELÃO VÃO PARA LIXEIRA AZUL

Ao separar os resíduos, é importante saber quais os tipos que existem e como se separa uns dos outros. O papel, quando reciclado, pode ser reutilizado em até oito vezes para fazer papel novo. Portanto, tudo o que é de papel e papelão deve ser descartado no mesmo lixo. Quando existem lixeiras diferentes para todos os tipos de resíduos, papel e papelão devem ir para a lixeira de cor azul. 

RECICLAGEM CORRETA DO PAPEL 

O papel e o papelão a serem reciclados devem ser separados dos demais lixos, e armazenados em recipientes apropriados. É importante lembrar que cada Município tem suas normas, por isso é bom consultar as que vigoram em sua área. No entanto, existe uma relação de materiais que, em geral, podem ser colocados na lixeira destinada a esse fim:

  • Jornais
  • Revistas
  • Gibis
  • Folhetos
  • Livros
  • Cadernos
  • Sacolas de papel
  • Receitas médicas
  • Caixas de papelão 
  • Caixas de leite, bebida e suco Tetrapak
  • Caixas de sapatos 

 

REJEITOS

Rejeito é o lixo doméstico que não serve para mais nada e não pode ser reaproveitado. Nessa categoria, quando falamos em papel, estão a fita adesiva, o papel higiênico, papéis manchados com óleos ou molhos. Os rejeitos representam apenas 10% dos resíduos produzidos em uma casa. Ou seja, os demais 90% poderiam ser reciclados ou utilizados para compostagem.

OUTROS PAPÉIS QUE NÃO PODEM SER RECICLADOS:

  • Papel manteiga
  • Papel com tintas ou solventes
  • Extratos de banco 
  • Recibos de cartões
  • Papel de fotografia
  • Papel carbono
  • Celofane, 
  • Papel plastificado
  • Papel parafinado
  • Papel de fax
  • Papel toalha
  • Guardanapo 

REDUZINDO A CONTAMINAÇÃO

Quando o lixo é separado nas residências, evita-se que diferentes tipos de materiais recicláveis contaminem uns aos outros. Por exemplo, papel e vidro são dois materiais facilmente recicláveis ​​- no entanto, uma garrafa quebrada pode contaminar um recipiente inteiro de papel e tudo vai acabar em aterros sanitários. 

Separando o lixo é menos provável que essas situações ocorram, garantindo assim que seus recicláveis ​​sejam processados. A economia circular acontece quando os materiais são reutilizados pelo maior tempo possível. Isso significa que menos resíduos vão para aterros sanitários. 

NOSSO DESAFIO

O principal desafio a ser enfrentado no Brasil para melhorar a separação dos resíduos e aumentar a reciclagem é a educação. Aumentar a conscientização das pessoas é fundamental para que elas façam a sua parte, que é separar o lixo em casa. As soluções existem, cabe a nós darmos o respeito merecido ao nosso meio ambiente.

 

Leia também: Saiba como descartar caixas Tetra Pak

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *